Bom Tempo no Canal


Sinopse

A poderosa energia geotérmica acaba de chegar à ilha do Pico. John Mello, um luso-americano descendente de emigrantes açorianos, pós-doutorado em Energy Resources Engineering na Stanford University, é o impulsionador do projeto revolucionário. A sua experiência como drilling engineer faz dele o Diretor-Geral perfeito para a GEOZOR, empresa que lidera a exploração daquela energia renovável nas ilhas atlânticas.

Mas algo corre explosivamente mal! A vida de John está ameaçada, presa por um fio e envolta numa conspiração contra a GEOZOR. Quem poderá estar por detrás da máscara? Quem poderá querer prejudicar uma energia limpa e fascinante?

John só pode confiar num mero estranho, surgido do nada, e que diz estar pronto a ajudá-lo. Numa alucinante corrida contra o tempo, por terra, mar e ar, percorrem-se sendas tortuosas para descobrir quem engendra a conspiração. Mas poderão os responsáveis estar mais próximos do que parece? E afinal, quais são os enigmas da indústria que pode revolucionar o mundo após o fim do império do petróleo?

Numa altura em que o planeta necessita de medidas emergentes na gestão das fontes de energia, e anunciado o fim das possibilidades fósseis, como o petróleo — o ouro negro —, quais são os desafios das sociedades modernas? Quais são as alternativas energéticas ao nosso alcance? Como pode a energia geotérmica contribuir para um futuro mais sustentado?


Book trailer


Informações adicionais

Título: Bom Tempo no Canal
Subtítulo: A Conspiração da Energia
Capa: Miguel Maia
Modelo da capa: Marisa Oliveira
Distinções: Prémio Letras em Movimento

  • 1ª edição: junho de 2012
    ISBN: 978-972-863-395-0
  • 2ª edição: março de 2013
    ISBN: 978-972-863-395-0
  • 3ª edição: fevereiro de 2016
    ISBN: 978-1-5229-7082-8
    Ver na Goodreads
Comprar: Letras Lavadas | Wook | Bertrand | FNAC

Testemunhos

“O Bom Tempo no Canal é um filme feito com palavras, diria até que as palavras são um desfile de imagens, cheias de ação, desfilando encadeadas, como no cinema.”
~ José França (Realizador)

“Tal como a Lenda da Atlântida de Platão, o Capitulo 41 de Almeida Maia despertará o espírito humano para a busca milenar dos mistérios que envolvem, a ainda enigmática Atlântida. Uma obra que despertará a curiosidade de todos os açorianos… afinal, vestígios da Atlântida poderão estar à frente dos nossos olhos, atrás de nós ou mesmo aos nossos pés!”
~ Sandra de Sousa Bairos

“Maia ampliou o género policial no romance açoriano (…), existe um orgulho fortíssimo na paisagem açoriana, uma das mais belas do mundo, exuberantemente elogiada em Bom Tempo no Canal.”
~ Miguel Real, Jornal de Letras

“Eu acredito neste livro desde a primeira hora que o li. Quem disse que não é possível escrever ao melhor estilo nas nossas ilhas? Bom Tempo no Canal é um texto que nos convida a mergulhar nas ilhas dos Açores, escrito num estilo cinematográfico, com um andamento entre a literatura policial e o suspense, que nos leva a passar bons momentos de entretenimento e de lazer.”
~ Luís Soares Almeida

“Fez-se bom tempo: no canal. Fez-se luz: e Almeida Maia escreveu. Um livro com a pujança necessária para levar os Açores mais longe; um livro capaz de nos prender sem nos apercebermos. Suspense, drama. E muito mais. Vale a pena ler estas páginas.”
~ Patrícia Carreiro (EscreVIVER (n)os Açores)

“Nas nossas ilhas tão tranquilas, tão familiares, onde nos parece que nunca se passa nada….algo se passa, afinal! E não é nada de bom, acreditem. É preciso desvendar este caso!”
~ Catia Benedetti (Universidade dos Açores)

“Este livro fantástico, enraizado nas entranhas das terras açorianas, conduz-nos, de forma inebriante e cativante, através de uma seiva geotérmica de suspense. Não é possível parar. O enredo deste livro vai-nos prendendo nos frondosos ramos que vai tecendo e que nos transportam até paisagens de sonho, onde os frutos da aventura se apresentam para deleite dos nossos sentidos. Com este livro, Almeida Maia estimula a nossa imaginação e leva longe as gentes e as terras dos Açores. Numa palavra: Extraordinário!”
~ Célia Barreto Carvalho (Psicóloga / Universidade dos Açores)

“Terminei a leitura desta conspiração maravilhosa, que nos leva a vaguear entre a realidade e a ficção, que com toda a certeza alcançará muitos fãs. A sua escrita cativante embrenha-nos ávidos e, quando cheguei ao fim, fiquei com pena, porque queria mais! A história apresenta todos os ingredientes que me atraem: suspense e policial, onde o tema e a sensibilidade da escrita faz sentir que esta história podia ser transportada para a realidade.”
~ Sandra de Sousa Bairos

“(…) Comprei-o ontem, li-o hoje! E isto diz muito do que é a sua narrativa. Numa palavra: empolgante, noutra (até porque não sou homem de poucas palavras!): arrebatadora! Muitos parabéns pela imaginação e pelo encadeamento das sequências narradas, pelo estilo imposto e pelas descrições feitas. Parabéns pelo léxico usado e pelo ritmo imposto. São fascinantes. Congratulo-o, ainda, pelo conhecimento (nalguns casos, profundo) que revela acerca de tantos pontos de interesse destas ilhas maravilhosas e pelas quais, também eu, me apaixonei!”
~ Telmo R. Nunes (Professor de Língua Portuguesa)


#almeidamaia

%d bloggers like this: