Arquivo de etiquetas: conversas com escritores

Conversas com Fringe

Os últimos meses têm sido invulgares, como se vivêssemos numa distopia inescapável. Os abraços foram substituídos por acenos, os sorrisos são agora píxeis num ecrã. Tal como inumeráveis eventos culturais do mundo inteiro, também o Azores Fringe Festival padecia de um provável adiamento, quiçá anulação — e, com ele, o encontro literário Pedras Negras.

Porém, graças à perseverança que a diferencia, a MiratecArts puxou do amor pelas artes, a mesma paixão que leva Terry Costa a galvanizar os Açores, e migrou para o digital. O desafio foi lançado e uniram-se as forças necessárias ao empreendimento. Em várias áreas, novos formatos emergiram, conceitos inovadores vingaram. No segmento da literatura, nasceu então a rubrica “Conversas com Escritores”.

Captura de ecrã 2020-06-23, às 22.28.47

As conferências por videochamada tornaram-se uma estranha tendência invasiva, uma apropriação da propriedade privada e das estantes de uns e de outros, mas formaram simultaneamente uma teia que uniu os alheios — no caso das programações culturais, uma espécie de rede circense.

Estes diálogos on-line que contaram com doze escritores MiratecArts, uma amostra do seu imenso catálogo de artistas, formaram a malha dos amantes da escrita e mantiveram viva a emoção da partilha. Valeu a pena. Obrigado pelo convite para esta aventura.

Para os que não puderam assistir, ou desejem rever, podem aceder à página do Facebook da MiratecArts ou ao Instagram de Almeida Maia.

Conversas com escritores

No ano de 2020, o Azores Fringe Festival manteve a sua agenda, migrando a maior parte dos eventos para as plataformas digitais. Na vertente da literatura, o escritor micaelense Pedro Almeida Maia irá moderar a rubrica “Conversas com Escritores” MiratecArts. Às terças-feiras, doze autores de várias ilhas açorianas juntam-se on-line para debater quatro temas, em quatro episódios.

A estreia será no dia 2 de junho, ao final de tarde, na página do facebook da MiratecArts, o endereço oficial para as produções desta associação cultura para o Fringe.

02 de junho: “Escrever versus omitir”, ou o que os escritores não dizem — com Diana Zimbron, Joel Neto e Nuno Costa Santos;
09 de junho: “A psicologia dos escritores”, ou se o ego também entra no texto — com Carolina Cordeiro, Diogo Ourique e Luís Rego;
16 de junho: “Os silêncios da literatura”, ou como se descrevem os vazios — com Carla Veríssimo, Pedro Paulo Câmara e Urbano Bettencourt;
23 de juno: “A invisibilidade dos leitores”, ou em quem pensam os escritores — com João Pedro Porto, Leonor Sampaio da Silva e Manuel Tomás.

O Azores Fringe Festival decorrerá de 29 de maio a 28 de junho, com programação única diária, no espírito de partilha original do que centenas de artistas açorianos andam a construir. Mais informação em: www.azoresfringe.com