Conversas com Fringe

Os últimos meses têm sido invulgares, como se vivêssemos numa distopia inescapável. Os abraços foram substituídos por acenos, os sorrisos são agora píxeis num ecrã. Tal como inumeráveis eventos culturais do mundo inteiro, também o Azores Fringe Festival padecia de um provável adiamento, quiçá anulação — e, com ele, o encontro literário Pedras Negras. Porém,Continue a ler “Conversas com Fringe”

Juno no Plano Regional de Leitura

O romance “A Viagem de Juno” foi selecionado para a lista dos livros recomendados para o Ensino Secundário no Plano Regional de Leitura dos Açores 2019/2020, juntando-se assim ao policial “Capítulo 41: A Redescoberta da Atlântida”, que continua indicado para o 3º Ciclo desde 2013.

Juno e a ilha-Paraíso

Estalaram aplausos dentro do avião, felizes por terem tocado o solo contra a brisa generosa de Santa Cruz, muitos no alívio de terem chegado a casa. Também eu senti que chegava a casa e que receberia o calor da ilha-Paraíso. Apresentaram-me talentos oferecendo abraços sorridentes e partilha de saberes, e eu logo soube que seContinue a ler “Juno e a ilha-Paraíso”

A estreia de Juno

Foi no passado sábado que se iniciou “A Viagem de Juno”, no ambiente mágico e descontraído da Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada. Na presença de ávidos leitores e interessados numa passagem ficcional por um possível futuro, apresentou-se o novo livro de Almeida Maia, que coloca a ação em 2049, quando os maresContinue a ler “A estreia de Juno”

É poesia

Comemora-se o regresso à poesia do autor Almeida Maia com a edição de “A Escalada de um Manco”. Ao longo de onze cantos, o autor figura a persistência humana perante o erro e a adversidade. O novo texto está disponível aqui. As edições e-manuscrito® resultam da iniciativa conjunta da APE (Associação Portuguesa de Escritores) eContinue a ler “É poesia”