Arquivo de etiquetas: crónica

Definindo conceitos crónicos

"Le Corbeau", por Édouard Manet.
“Le Corbeau”, por Édouard Manet

A definição de crónica provém do Latim chronica e do Grego khroniká. Sugere uma narrativa cronologicamente organizada de factos, embora também se aplique a um texto de estilo jornalístico com cunha pessoal. A liberdade de opinião também é um pressuposto, mas o conceito mais comum é o de narração curta, para imprensa, seja revista ou jornal. Segundo o que reza a história, foi em 1799 que a publicação parisiense Journal des Débats imprimiu a primeira.

Outras definições atribuem-lhe a função de narrar a vida de um rei, ou mesmo uma biografia injuriosa. Apesar de poder ser dissertativa, poética, descritiva, narrativa, lírica, humorística, jornalística ou histórica, a crónica do cronicista vai ser uma mescla, com uma pitada de cada ingrediente, indefinível pelos padrões atuais. No entanto, a ofensa não fará parte do tom eleito, a política não será tema de preferência e os defeitos apontados não aparecerão confortavelmente.

Crónicas podem ser coisas

“Dois frascos de tinta usada”, por Luana Minucci

Admito que a palavra cronicista não esteja muito dicionarizada, mas como insisto em compilar vocábulos, não há que ter medo. Afinal de contas, as línguas estão sempre em transformação, tirando o Latim e alguns dialetos. Depois do percurso do Pavilhão Auricular, procurei afincadamente formas de expressão que transcendessem as artes. Não é porque as artes já não me seduzem, mas porque a sedução não é só arte.

Assim nasce o cronicista: um ajudante de escaparate a cientificar pela crónica, embora nunca cronicando; um crónico que rabisca croniquetices sem respeitar as leis cronísticas; um imoral corrupto da croniqueta que se enraíza nos anais da história breve; um homem que nem é cronista nem ensaísta, muito menos trocista; ou um adepto da cronicidade das coisas. Sim, porque as crónicas podem ser coisas.